Aí vai uma dica para vender diferente.

Você pode não saber ou gostar, mas o seu cliente vai pesquisar e comparar produtos na internet, verificar comentários positivos ou negativos nas redes sociais e verificar a atitude da empresa vendedora em sites como o reclameaqui. Ou seja, seu cliente agora é fiel apenas a si mesmo e poderá migrar para outras marcas em apenas alguns cliques no celular. Isso é especialmente verdade para as vendas de produtos ou serviços complexos.

Quase 80% das compras são decididas antes do cliente fazer contato com os vendedores. O neocomprador realiza suas compras sozinho, de forma desintermediada, sem a presença dos vendedores tradicionais.

Algumas empresas esforçam-se para manter um canal aberto com seus clientes no ambiente digital, mas perdem muito tempo e dinheiro por não pensar em uma forma proativa de converter vendas. Não basta obter curtidores, é preciso capturar os neocompradores oferecendo o que eles mais querem: oportunidade e confiança.

Uma das melhores práticas de marketing de atração é colocar informações planejadas e sequenciais para que o neoconsumidor “percorra um caminho de descoberta” e ao final deste caminho encontre o destino da sua procura: o produto que você oferece.

Vendedores digitais estudam este neoconsumidor e como ele faz suas jornadas de busca. Então colocam seus produtos ou serviços na ponta do funil de vendas como uma grande oportunidade e informações capazes de gerar a confiança necessária para uma conversão.

Entenda que, enquanto sue vendedores se esforçam por obter novas vendas, os neoconsumidores estão procurando por soluções como as suas nos canais digitais.

Você está pronto para ser encontrado por eles?